quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

só-cretinices

-
Hoje foi aprovada em Conselho de Ministros a socretina lei que impõe a instalação de um chip nas matrículas de todos os carros, atrelados, motociclos e triciclos. Quem se recusar a instalar o chip e for apanhado sem ele, terá consequências a sofrer. Depois dos primeiros 6 meses a seguir à lei ser publicada, o chip terá de ser comprado, pago pelo cidadão.
-
Após a questão do chip incorporado no cartão único de identidade, a deriva controlista dos socialistas não pára, soma e segue. Quando dermos por nós em guerra ou em verdadeira crise (Deus nos livre), veremos como o Estado nos controla de uma forma ainda mais sufocante que os totalitarismos comunistas de Estaline e Ceausescu, ou que o nazismo alemão de Hitler.
-
Por esses dias, levaremos as mãos à cabeça e perguntaremos confusos: "como foi isto acontecer e não dei por nada!?". O desinteresse pela política, por muito que apeteça, não compensa. Há demasiados lobos para tão desprotegidos cordeiros - sem privacidade, não há liberdade.
-
O socretino executivo afirmou que a privacidade dos cidadãos não será posta em causa... mas ainda alguém confia nestes "engenheiros" da nossa escravidão? Para já, "A Conspiração das Teorias" levanta mais uma lebre: o car-jacking é um crime antigo em Portugal, e continua com pouca expressão relativa; com que objectivo terá o fenómeno do car-jacking sido alvo de tanta exposição mediática nos últimos tempos?
-

2 comentários:

LBM disse...

é mesmo isso.

Abraço

António Vieira da Cruz disse...

Obrigado, L.
Um abraço