terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

quem quer ser milionário?

-
-
Slumdog Millionaire mostra-nos uma faceta da Índia que não estamos habituados a conhecer, mas o alcance deste filme não se fica pelos problemas do subcontinente do caril – gravíssimos e reais, por sinal –, a sua mensagem pode aplicar-se à vida de qualquer português. A película conta-nos sobre o trajecto de dois irmãos, Caim e Abel, perdão, Salim e Jamal, que nasceram num sujo subúrbio de Bombaim, actual Mumbai, e que encaram a vida com atitudes muito diferentes. Enquanto que Salim se rende ao maquiavelismo musculado, Jamal joga a sua felicidade no globalizado mas pernicioso “Quem quer ser milionário?”. Todavia, alguém que pense que a felicidade se consegue graças ao dinheiro, desengane-se mais esta vez. O amor e a verdade são a escada para a verdadeira felicidade, onde só quem não está interessado no poder ou no dinheiro é que é digno de os ter. Mas, porque falo tanto de dinheiro, se esta é essencialmente uma história de amor? Este filme trata-se de uma grande história de amor e tribulação, com bons actores e muito bem contada. Mais, Slumdog Millionaire é um glorioso elogio do conhecimento empírico. É um dos melhores filmes que tenho visto.
-

3 comentários:

Anónimo disse...

Vou ver!

Maria disse...

Se ja estava curiosa para ver, agora tou em pulgas!

António Vieira da Cruz disse...

Anónimo, obrigado pela visita. Veja, verá que não dará o tempo por mal empregue. Cumprimentos

Maria, espero que sejam boas pulgas, porque em espanhol "malas pulgas" significa mau humor! Vale muito a pena, e depois de o veres aguardo a tua habitual crítica filmográfica no Retrato de Vida. Beijinhos!